sexta-feira, outubro 07, 2005

O passo antes da passada


"Não dês o passo antes de chegar à passada". Aprendi com a minha mãe este antigo ensinamento. Perdi a conta das vezes em que, com a sua voz doce, me aconselhou assim: "Não dês o passo antes de chegar à passada." Com este simples refrão popular aprendi que tudo tem o seu tempo. Tudo deve ser feito na hora certa, nem antes nem depois. Não deve, especialmente, ser antes. Depois ainda pode ter remédio, antes é mais difícil de remediar.
"Não dês o passo antes de chegar à passada." Como parece fácil! Parece tão simples seguir o velho ditado. Demasiado óbvio, até, para merecer sequer considerações. Mas nem sempre é assim. Porque as passadas da vida não são tão claras como as passadas da infância, as passadas de cimento que ligavam a minha casa à casa dos meus avós e a casa dos meus avós à casa dos meus tios e ainda à casa da Prima Ali ou à da senhora Conceição e do senhor José Duarte.
As passadas da vida, quando as olhamos, parecem uma vezes mais perto, outras vezes mais distantes, e tantas vezes não conseguimos distingui-las bem, parecem desfazer-se à frente dos nossos olhos, parecem desfazer-se por magia debaixo dos nossos pés. Quem pode gabar-se de nunca ter dado um passo em falso?
Quem me dera ter a sabedoria necessária para nunca "dar passos antes de chegar à passada"! Mas sei que não a tenho e se calhar até é melhor assim. Se calhar não devia pensar mais nisso, se calhar não devia lamentar-me. Porque arriscar faz parte da vida e até um passo mal dado pode ser uma preciosa lição.

Comments:
Olá Lília!
Confesso que já começava a sentir saudade dos teus textos...
Sobre este não te irei dizer nada que já não sabias,escreves muito bem e consegues fazer como por magia,de uma simples frase popular,um lindo texto.Parabéns ;) Beijinho*
 
Faz já muito tempo que não ouvia o termo "passada". Faz lembrar a minha saudosa avó (Deus lhe dê o céu) quando, em ciança, costumava andar a correr pelo quintal e, de um passo, saltávamos as 3 "passadas" que desnivelavam o "terreiro".
Gosto dos textos do seu blog. Muito bons. Trazem uma certa nostalgia...
 
Olá! Já andava há dias a visitar o blog e nada de novo, finalmente apareceu mais um texto e interessante, como sempre! Sem querer "dar um passo antes da passada", gostava de lhe dizer que já estava preocupado com a sua ausência, por favor continue! Ler alguma coisa que não tem nada a ver com política e futebol é um como um oásis no deserto, ainda por cima com esta qualidade. Sou um grande admirador do seu blog!
Obrigado mais uma vez.
 
Gostaria de convidar todos os habitués deste excelente blog a visitar o pior blogue humorístico da Internet portuguesa:


http://cresceiemultiplicaivos.blospot.com

Obrigado pela visita.

Sérgio A. Correia
 
Postar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!