segunda-feira, janeiro 17, 2005

Bolo atravessado


Cumprindo a velha tradição, andei a "varrer os armários" na véspera do Santo Amaro, integrada num grupo que todos os anos costuma ir à minha casa na noite de 14 para 15 de Janeiro. Um grupo pequeno, no total dez pessoas entre adultos e crianças. Pusémos aventais, e não esquecemos as vassouras, tachos e pás, para além de castanholas e pandeiros, para acompanhar as quadros ao santo. "Vimos varrer a lapinha/ abri-nos a porta senhora/trazemos connosco a pá/ e também uma vassoura." Outra: "Nós viemos do Caniço/mesmo da terra dos alhos/ trazemos a vassourinha/ para varrer os armários".
Em casa da dona Maria José, as primeiras cantigas soaram no canto do terreiro, com este a parecer de repente muito pequeno, na penumbra da noite, com tanta gente arrumada por entre os cântaros de begónias e de azáleas. Não demoraram nada a abrir a porta e por isso o resto das cantigas já foram cantadas dentro de casa. "Vimos varrer os armários/não é por vinho nem pão/só queremos no Caniço/manter esta tradição." Ainda tinham a lapinha e um jarra cheia de ensaião da festa.
Depois dos cumprimentos, a dona Maria José foi até à cozinha e trouxe uma bandeja com copos de sumo e com bolo. Perguntei que bolo era e ela respondeu: "É bolo atravessado." "- Bolo atravessado?" "- Sim, é uma mistura." O bolo era uma delícia. Tinha passas e outros frutos e uma cor castanha clara; era muito mais claro do que todas as variedades de bolo preto que conheço. O bolo era, de facto, "atravessado". Deve ter sido o resultado de uma ideia daqui, uma dali, dependendo em grande parte dos ingredientes disponíveis no momento.
Lembrei-me das raças "atravessadas" que se diz dos animais que resultam do cruzamento de duas raças diferentes. Afinal, o termo não se fica por aí. Até um simples bolo pode ser "atravessado".
Aquele "bolo atravessado" foi do melhor desta noite de Santo Amaro, tirando a graça do que aconteceu a seguir, em que a dona da casa já estava de pijama e preparada para meter-se na cama, quando lhe chegámos à porta.

Comments:
Tão bom "atravessar" por aqui, e rever tradições relatadas de forma tão clara e simples, ficando apenas a pena de não ter provado o bolo :) Continuarei a ler memórias tão vivas, no "rabo do gato" que eu descobri.
Cumprimentos Duarte
http://desfiladeiro.blogspot.com
 
I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! »
 
You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it »
 
Oi interessante assunto , adorei bastante, penso que poderiamos tornar-nos blog palls :) lol!
Aparte de piadas chamo-me Michael, e como tu escrevo blogues se bem que o tema domeu blogue é bastante distinto do teu....
Eu estudo blogs de poker que falam de ofertas grátis sem ter de fazer depósito sem teres de por o teu capital......
Gostei imenso aquilo li aqui!
 
Postar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!