domingo, outubro 10, 2004

Fazer arroz na missa

Nunca mais fizeram arroz na missa. Agora, quase sempre é o grupo de jovens que canta e muito afinadinho. Acabou-se o arroz e eu confesso que tenho algumas saudades. "Fazer arroz" significa desafinar. Antigamente, havia arroz todos os domingos. Havia sempre alguém que levantava a voz mais do que os outros, como para sobressair, ou alguém que não conseguia acompanhar o grupo, ao som do órgão, e o resultado era drástico.
As pessoas que assistiam à missa olhavam umas para as outras, e nessa troca de olhares manifestavam uma cumplicidade geral. Às vezes esboçavam um sorriso, de outras vezes um encolher de ombros, ou apenas um levantar de sobrancelhas e uma espécie de careta. Algumas mais afoitas atreviam-se a sussurrar algo ao ouvido da vizinha mais próxima. Ou então sentiam vergonha, como eu, e tentavam disfarçar, fixando algum pormenor da Igreja.
Lembro-me de ouvir perguntar a quem acabava de chegar a casa, vinda da missa, ainda afogueada pelo cansaço da longa caminhada, se tinham feito muito arroz. A resposta era deliciosa, pois de cada vez a imaginação transformava o simples arroz num prato mais elaborado: "Uh se houve...e desta vez o arroz até era com couves e feijão!"
Talvez as pessoas estivessem mais atentas à missa, na tentativa de se aperceberem bem de todo o arroz. E talvez a memória da missa se mantivesse viva durante mais tempo. Talvez as pessoas se sentissem mais unidas, numa cumplicidade que não precisava de muitas palavras.
Como terá nascido a expressão "fazer arroz"? Nem sequer sei se é usada em toda a ilha, ou até noutros locais do país. Ouço-a desde pequena na boca das pessoas da minha paróquia e não sei mais nada. Perguntei à minha mãe e ela tentou encontrar uma explicação. "O arroz cru quando é atirado ao chão, faz um barulho...vês? É desafinado!" E exemplificou com um punhado de grãos.

Comments:
best regards, nice info » » »
 
Enjoyed a lot! » » »
 
Bem... pode haver arroz ou não... mas não é a falta de arroz que tira as pessoas da missa...
E Graças a Deus que há jovens a cantar... afinados ou não! Há!!
Fico triste é em saber que a primeira pergunta fosse: "se tinha feito muito arroz"...
 
Postar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!